Perguntas Respostas

A cafeína pode aumentar a incidência de extrassístole? Por algum motivo fisiológico, ao tomar algo que possua a substância estimulante, possuo uma grande e intensa incidência da arritmia em questão.

Sim. Se houver predisposição às extrassístoles, substâncias ou situações estimulantes poderão intensificar os eventos.
Dr. Marcus R. Andreucci
Cardiologista
Maringá/PR
A extrassístole é a arritmia cardíaca mais frequente. É o resultado de um batimento cardíaco prematuro. Pode ser silenciosa ou ocasionar sintomas, como palpitações. A ingestão de estimulantes como a cafeína tem sido investigada como possível gatilho para o surgimento dessa arritmia, mas alguns estudos não conseguiram demonstrar, de forma cabal, uma relação de causa e efeito. Para aqueles indivíduos que percebem maior frequência e intensidade desses sintomas associados ao consumo da cafeína devem restringir seu uso e procurar atendimento cardiológico a fim de avaliar melhor esse problema. Deve ser lembrado que a cafeína encontra-se presente, além do café, em alguns tipos de chás, chocolates, mate e bebidas estimulantes.
Dr. Marcos Benchimol
Cardiologista
Rio de Janeiro/RJ
Existe uma grande lista de causas para o surgimento das extra-sístoles, embora a maioria seja dita idiopática (ou sem motivo aparente). Causas possíveis de levar ao surgimento dessas arritmias incluem o uso de certas substâncias como cafeína e outros estimulantes (termogênicos de academias, bebidas energéticas), álcool, drogas ilícitas e mesmo as situações que aumentam a quantidade de adrenalina em seu organismo (stress intenso, exercício físico), podendo também ser causadas por alguma lesão cardíaca como infarto e outras doenças que afetam o músculo cardíaco.
Dr. Abel Magalhães
Cardiologista
Rio de Janeiro/RJ