Matérias

Guia SaÚde Matérias

ASMA NA INFÂNCIA
ASMA NA INFÂNCIA

Pneumologia

ASMA NA INFÂNCIA

A asma é a doença crônica mais comum na infância, que causa inflamação nas vias aéreas (especialmente nos brônquios).
Normalmente resulta da ação conjunta de vários fatores, como predisposição genética para alergia herdada dos pais e fatores ambientais (tabagismo, infecções virais, alérgenos e outros).

Quais são os fatores desencadeantes?

Pode haver um único fator desencadeante ou vários que podem coexistir no mesmo paciente, tais como:

  • Alérgenos ambientais: São substâncias que, quando inaladas, causam reação alérgica e desencadeiam inflamação nas vias respiratórias. Os principais são os ácaros da poeira domiciliar, os fungos (mofo), as baratas, os epitáfios de animais e os pólens (mais significativos no sul do Brasil);
  • Irritantes: tabaco, poluentes atmosféricos, perfumes, talcos, sprays, exposição ao ar frio e seco, variações de temperatura;
  • Atividade física: prática de esportes, riso, brincadeiras como correr e pular;
  • Infecções virais: resfriados e gripes;
  • Medicamentos: Alguns antiinflamatórios como aspirina, medicamentos betabloqueadores.
  • Estresse e ansiedade.

O tabagismo ativo ou passivo é um dos principais fatores para que o paciente não alcance o controle dos sintomas de asma apesar do tratamento adequado.

Quais são os sintomas?

  • Falta de ar, tosse (geralmente seca), chiado e sensação de aperto no peito, cansaço para realizar as atividades diárias e durante as atividades físicas. 
  • Pode ocorrer despertares noturnos devido tosse e/ou falta de ar.

Qual é o tratamento para asma?
O objetivo do tratamento é atingir o controle, mantendo as atividades normais da criança, com o mínimo de medicamentos. 

O tratamento visa também reduzir as crises, permitir o desenvolvimento pulmonar saudável e evitar efeitos colaterais. 
Para todos os pacientes com asma, é importante evitar a exposição a fatores que irritam as vias aéreas.

O tratamento farmacológico da asma dividi-se em tratamento para as crises e tratamento para o controle da doença, prevenindo a ocorrência das crises.

  • Crises: Os medicamentos para alivio das crises (broncodilatadores) são indicados para o uso na crise asmática, pois possuem efeitos rápido, relaxando os músculos dos brônquios e melhorando a passagem do ar. Quando usadas isoladamente, atuam apenas no momento da crise, mas não tratam a doença, pois apresentam pouco efeito na inflamação crônica da asma.
  • Controle: Os corticóides inalatórios (CI) são medicamentos considerados como primeira linha para o controle da asma persistente em crianças. Podem ser usados por tempo prolongado, com poucos efeitos colaterais quando usados corretamente. Devem ser usados todos os dias, mesmo que a criança esteja bem

O tratamento de controle da asma é feito em etapas, nas quais a dose de CI é aumentada progressivamente e/ou outros tratamentos de controle podem ser adicionados conforme classificação da doença e  idade da criança.
Mesmo fora das crises a doença continua, por isso deve ser tratada continuamente, como qualquer outra doença crônica.

 Dra Vanessa Mick / Pediatra

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Acesse a sua conta Guia Saúde e participe da nossa conversa