Novidades na Abdominoplastia

Novidades na Abdominoplastia
Novidades na Abdominoplastia

É comum entre as minhas pacientes a insatisfação com relação a aparência do abdômen, principalmente após gravidez, deixando a pele flácida, e consequentemente baixa autoestima. Atualmente existem diversas possibilidades na área da cirurgia plástica que podem resolver este problema, dentre elas está a Abdominoplastia, que tem por objetivo melhorar a aparência do abdômen. 

Esse é um procedimento clássico para correção de flacidez abdominal mas novas técnicas vêm sendo aplicadas para dar um “up” na cirurgia de abdômen. 

São elas: 

  • Realização de 3 plicaturas ( técnica mais utilizada para correção da diástase do músculo reto abdominal ) laterais da parede abdominal, deixando a cintura mais fina.
  • Aplicação de laser para melhorar a qualidade da pele e  amenizar estrias.
  • Remoção do excesso de pele sem cicatriz no umbigo 
  • Aplicação de toxina botulínica na cicatriz para relaxar a musculatura e atenuar o aspecto da cicatriz.

Como é feita a cirurgia? 

A cirurgia remove o excesso de pele e de tecido gorduroso do abdome, além de dar tonicidade à pele e reforçar a musculatura da região através de pontos internos. Várias técnicas podem ser associadas como a mini-abdominoplastia , lipo-abdominoplastia, abdominoplastia reversa, dentre outras.

 

Quem pode fazer? 

Pessoas que perderam muito peso ou têm excesso de pele na região abdominal.

 

Como é o pós-operatório? 

Em geral é pouco dolorido, e o tempo médio de internação é de 24 a 48 horas. É indicado o uso de uma cinta abdominal cirúrgica durante 60 dias. E o resultado final pode ser observado após 6 meses da cirurgia.

Texto escrito por:
Dra. Fabiana Turchiari
Cirurgião Plástico
Maringá / PR

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Acesse a sua conta Guia Saúde e participe da nossa conversa

Compartilhar

Facebook Twitter LinkedIn Email