Consumo de açúcar e o Envelhecimento da Pele

Consumo de açúcar e o Envelhecimento da Pele
Consumo de açúcar e o Envelhecimento da Pele


A pele reflete nossos hábitos e boa parte das ações que fazemos no dia a dia influencia diretamente no envelhecimento precoce. Um deles é o consumo excessivo de açúcar, um vilão para a cútis, pois contribui para o surgimento rápido de rugas e flacidez. E por que isso acontece? 
 Quando consumido em excesso, o #açúcar pode promover no organismo um processo chamado de glicação. Trata-se de uma reação na qual carboidratos, como a glicose, se ligam permanentemente e danificam as proteínas, como o #colágeno, tornando a pele mais flácida, com rugas e linhas de expressão.
Portanto, para evitar os efeitos negativos do açúcar na pele, mantenha uma alimentação equilibrada. Se afaste de comidas processadas, como massas, pães, doces e refrigerantes; e prefira uma dieta repleta de fibras, antioxidantes e gorduras boas.
Além disso, o cuidado com a pele também é essencial, associando o uso de dermocosméticos com ativos antiglicantes e #antioxidantes, que irão reduzir as ações do açúcar, mantendo a firmeza e elasticidade da pele.

Texto escrito por:
Dra Patrícia Bichara
Dermatologista
Niterói / RJ

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Acesse a sua conta Guia Saúde e participe da nossa conversa

Compartilhar

Facebook Twitter LinkedIn Email