Matérias

Guia SaÚde Matérias

Torci o tornozelo e agora? Preciso operar?
Torci o tornozelo e agora? Preciso operar?

Ortopedia

Torci o tornozelo e agora? Preciso operar?

Texto escrito por: Dr. Raffael Marum

Muitos atletas (e não atletas também) sofrem entorse do tornozelo, independente do nível da atividade. Existem alguns cuidados que podemos ter para para evitar a piora do inchaço (que é a maior causa de dor):
1) O tornozelo deve ser mantido elevado, acima do nível do coração, a maior parte do tempo, pelo menos na primeira semana.
2) Deve ser feito repouso de 7-14 dias, sendo o tempo maior de acordo com o inchaço do local.
3) Compressas com gelo por 15 minutos (e não mais que isso) a cada 2 horas devem der realizadas para diminuir o processo inflamatório do local.
4) Deve-se evitae o uso de relaxante muscular ou compressa de água quente nos primeiros dias.
5) Pode-se utilizar um par de muletas para se locomover e, se a dor estiver intensa, não pisar até passar com um ortopedista para afastar fratura. Se afastado fratura, pode-se apoiar o pé conforme tolerado, isso ajuda a cicatrizar a lesão.

O tempo de utilização tanto o gelo como o uso do anti-inflamatório (se caso prescrito pelo seu médico), deve ser utilizado por um período de 5 a 7 dias no máximo. Após esse período, essas medidas podem atrasar a cicatrização, pois é necessária uma reação inflamatória para que o tecido se recupere de forma adequada.

A tala gessada ou imobilizador tipo "robofoot" são utilizados no entorse grau 3 (mais grave), por uma a duas semanas, seguido de imobilizador para tornozelo, o que possibilita o uso com calçados e mantém a proteção.
Nos casos mais leves (grau 1 e 2), o de tornozelo pode ser utilizado desde o primeiro dia, sendo que deu uso por até 6 a 8 semanas possibilita uma boa recuperação.

A fisioterapia deve ser iniciada assim que possível e o ortopedista irá reavaliar periodicamente para verificar se há possível lesão ligamentar mais grave, a qual possa causar instabilidade (falseio e novos entorses).
Nos casos de instabilidade, faz-se necessário a realização de ressonância mangnética e/ou radiografia em estresse para complementação diagnóstica, as quais poderão confirmar ou não a necessidsdr de cirurgia para reconstruir os ligamentos rompidos.
Torceu o tornozelo e está com dor? Torceu o tornozelo uma vez e não para de torcer repetidamente?
Procure um ortopedista habilitado para resolver o seu problema!

Dr. Raffael Marum