Matérias

Guia SaÚde Matérias

Cirurgia plástica no pós-parto

Plastica

Cirurgia plástica no pós-parto

Texo escrito por: Dr. Denis Bataglini Grandi

Ser mãe é um dom concedido por Deus. E o sonho de ser mãe é incrível, mas a gravidez traz muitas mudanças, principalmente no corpo das futuras mamães. Após o nascimento do bebê, os quilinhos a mais, a flacidez e a gordura localizada podem permanecer, tirando o sono das progenitoras.Ter o corpo de antes da gestação, ou até melhor, é o objetivo da maioria das mulheres. A recuperação da silhueta após o parto ocorre entre 3 e 6 meses, especialmente quando amamentam. Mas para a maioria das mamães o processo pode ser um pouco mais longo. Os seios podem ficar caídos - um quadro também conhecido como ptose mamária - e flácidos; o abdome, costas e quadris podem sofrer acúmulo de gordura, flacidez; além disso durante a gestação podem surgir as temidas estrias.

Sendo assim, a cirurgia plástica é um dos recursos ao qual se pode recorrer para diminuir o impacto da gravidez no corpo da mulher. Entre os procedimentos mais procurados no pós-parto estão a correção da mama, a lipoaspiração e a abdominoplastia. A cirurgia de lifting mamário, conhecida com mastopexia, promove a retirada do excesso de pele, elevando o mamilo e, dessa forma, corrigindo a flacidez. Quando se deseja associar o aumento mamário ao procedimento, podem ser utilizadas próteses de silicone. Para as mães que fizeram o implante antes da gravidez, pode ser necessária uma nova cirurgia para melhorar a aparência das mamas.

Na região do abdômen, as gordurinhas localizadas podem ser removidas com a lipoaspiração. Já a flacidez pode ser corrigida com a abdominoplastia, que permite também o reforço na musculatura, proporcionando um aspecto mais tonificado ao abdômen. Durante a abdominoplastia, na maioria das vezes, é corrigido afastamento entre os músculos da região para tornar tudo mais firme e melhorar o contorno do abdômen.

São comuns e importantes os questionamentos no momento de se decidir por uma cirurgia no pós-parto:

Quanto tempo após a gestação é possível realizar a cirurgia de mama, lipoaspiração ou abdominoplastia e obter o melhor resultado?

Felizmente, a cirurgia plástica pode corrigir todas as imperfeições que surgem após a gestação e ainda ajudar a mulher na recuperação da autoestima. Entretanto, é bom saber que a mesma não deve ser feita logo após o parto. Conforme recomendação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, uma lipoaspiração (abdômen, costas e coxas) só poderá ser realizada em torno de um ano após o parto e a cirurgia na mama cerca de 6 meses após o término da amamentação.

Esse intervalo é importante porque depois do parto o corpo passa por importantes alterações hormonais e adaptações orgânicas, principalmente por conta da amamentação. Mesmo depois desse período, a mulher só deve se submeter a uma cirurgia plástica se estiver em boas condições físicas e com o peso próximo do ideal. Outro fator importante são as condições para recuperação total de uma cirurgia no menor período possível e sem complicações. São necessários muitos cuidados como não carregar peso, não fazer esforços, ficar levemente curvada e em repouso.

Em todos os casos é essencial que o cirurgião plástico analise com muito cuidado a condição da paciente para decidir o tipo de cirurgia mais adequado para que os resultados sejam satisfatórios.

 

Cirurgia plástica no pós-parto