Matérias

Guia SaÚde Matérias

DOENÇAS VASCULARES
DOENÇAS VASCULARES

vascular

DOENÇAS VASCULARES

Texto escrito por: Dr. Marcelo Monteiro

Em um espaço totalmente dedicado ao cuidado com a doença venosa, problema que acomete mais de 60% da população até os 60 anos de idade, oferecemos todas as ferramentas para um diagnóstico completo, juntando o máximo de informações tornando possíveis, facilitando o planejamento e a elaboração de um tratamento capaz de envolver todos os níveis desta complexa doença.

Talvez o ponto de maior frustração das pacientes seja a falsa impressão de que se trata de uma doença simples, como dizem, “apenas secar os vasinhos”! 

Mais ainda: quantas delas ficaram e continuam insatisfeitas com o tratamento e o resultado?  O problema está longe de ser apenas tratar os vasinhos. O grande índice de falha, e consequente insatisfação das pacientes muitas vezes está na falha na identificação de vasos um pouco mais profundos na pele, responsáveis por “alimentar” esses vasinhos.

Você provavelmente conhece várias mulheres que tratam ou já trataram os inconvenientes “vasinhos” nas pernas. Eu disse mulheres porque, sim, essa doença é mais prevalente no sexo feminino, tendo forte componente genético e ocorrendo em várias pessoas da mesma família. Sabemos hoje que a obesidade e o sedentarismo são os principais fatores de agravamento do problema, derrubando mitos como aquele que diz que o uso de salto alto seria um grande inimigo quando falamos em varizes. Pior do que ficar muito tempo de pé é ficar muito tempo parado. A inatividade é o verdadeiro inimigo.

 

Essas falhas levaram ao surgimento de vários MITOS que são passados por gerações quando falamos nesse problema. Vamos a alguns deles: 

 

  • Não adianta tratar porque volta tudo!! – MITO: se você desiste de tratar, a única coisa que vai acontecer é aparecerem mais vasos! Simplesmente pelo fato de se continuar envelhecendo!

 

O tratamento bem planejado começa com uma boa entrevista, onde são avaliadas características pessoais, tipo de atividade física, além de outros hábitos.

 

O passo seguinte consiste em FOTOGRAFAR as áreas afetadas, de modo a se obter uma avaliação objetiva dos resultados, através da comparação evolutiva.

 

Outro passo muito importante é a realização de um minucioso mapeamento venoso através do uso do ultrassom com DOPPLER VENOSO, identificando fontes mais profundas que podem estar causando ou agravando o problema.

 

  • O tratamento é sempre muito DOLORIDO – MITO!!

 

Esse talvez seja o ponto de maior destaque: hoje existem INÚMERAS possibilidades visando o máximo possível de conforto durante a realização de procedimentos. Seja através da utilização de medicamentos antes da sessão de tratamento, seja através da utilização de um aparelho capaz de expelir ar a -15C (Resfriamento ativo), conseguimos diminuir muito a sensibilidade dolorosa, tornando capaz o tratamento de uma área bastante extensa durante cada sessão. Além disso hoje contamos com ANALGESIA CONSCIENTE no consultório, utilizando um gás analgésico utilizados por dentistas no tratamento de crianças, de forma EXTREMAMENTE segura!!

Lembre-se: não cabe ao médico julgar se você sente ou não DOR. Dor é uma sensação muito pessoal e subjetiva. Cabe ao médico lhe oferecer conforto, e portanto a melhor forma de se vencer esta etapa.



  • Laser mancha a pele

 

Um dos maiores avanços na nossa área de trabalho veio exatamente no desenvolvimento de um LASER capaz de atuar quase que especificamente sobre o pigmento vermelho do sangue, sendo extremamente seguro mesmo para as pessoas de fototipo alto (morenas e negras). Percebam que eu não disse BRONZEADAS, o que é uma contra-indicação a QUALQUER tipo de tratamento.

 

Hoje um consultório de angiologista parece mais um laboratório, com vários instrumentos e ferramentas que aumentam e muito a capacidade de identificar os pontos causadores das varizes, permitindo tratar a doença desde a sua origem, facilitando assim a rápida obtenção de resultados e sua manutenção a longo prazo.

 

Um outro ponto que tem que ficar muito claro é que em nenhum momento falo que existe um ou outro tratamento melhor. Quando olhamos mais atentamente para os nossos vasinhos, percebemos que em uma mesma região variam de cor, calibre e profundidade. Portanto precisa ficar claro que apenas através da COMBINAÇÃO de vários métodos e técnicas seremos capazes de entregar aquilo que todo paciente deseja: RESULTADO. 

 

Ou seja, estamos falando em EFICIÊNCIA e RESULTADO em CURTO ESPAÇO DE TEMPO!!

 

DOENÇAS VASCULARES